Professor do IFMT Campus Campo Novo do Parecis Publica Artigo Científico em Revista Internacional

Portal Quem Vê

Professor Gilmar Borges de Paiva

O Professor

O professor Gilmar Borges de Paiva, do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) campus Campo Novo do Parecis, publicou um artigo científico intitulado “Antioxidant effect of acerola fruit powder, rosemary and licorice extract in caiman meat nuggets containing mechanically separated caiman meat” em um periódico reconhecido internacionalmente.

A Revista

A publicação ocorreu na revista Meat Science, uma das revistas científicas da área de alimentos mais importantes mundialmente.

O Doutorado

O trabalho é resultado dos estudos de doutorado que o professor Gilmar está realizando na Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus São José do Rio Preto, sob orientação da professora doutora, Andrea Carla da Silva Barretto e coorientação do professor doutor, Javier Telis Romero, ambos professores do Departamento de Engenharia e Tecnologia de Alimentos da Unesp.

O Objetivo da Pesquisa

O objetivo da pesquisa foi avaliar o efeito antioxidante de acerola em pó, extrato de alcaçuz e alecrim em nuggets de carne de jacaré, durante 120 dias de armazenamento congelado. “A importância da pesquisa é mostrar a utilização de antioxidantes naturais em produtos cárneos como alternativa para prevenir a oxidação lipídica, principalmente em produtos empanados, que contém Carne Mecanicamente Separada (CMS)”, ressaltou Gilmar.

O Resultado da Pesquisa

Dentre os resultados, Gilmar enfatizou que o extrato de alcaçuz se qualificou como uma boa alternativa para ser incluído como ingrediente natural nos produtos cárneos, visto que apresentou efeito antioxidante positivo em nuggets de jacaré.

Para o professor Gilmar de Paiva, o desenvolvimento de seu trabalho foi um momento de muita aprendizagem. “A pesquisa nos permite buscar novas informações importantes para as demandas da sociedade, pois buscamos estudar a estabilidade oxidativa de produtos cárneos adicionados de compostos naturais. Acreditamos na relevância do estudo pois demonstra que podemos substituir antioxidantes sintéticos por antioxidantes naturais, melhorando a qualidade dos produtos cárneos”, salientou.

Como contribuições para o campus, Gilmar destacou que o estudo pode abrir caminhos para desenvolvimento de novas pesquisas com frutos do cerrado, “os quais têm potenciais em atividades antioxidantes para aplicação em produtos cárneos”, justificou.

Os Apoios

A realização da pesquisa contou com o apoio de importantes empresas: Cooperativa de Criadores de Jacaré do Pantanal (Cooccrijapan), de Cáceres – MT e Caimans do Sul do Pantanal (Caimasul), de Corumbá – MS, que trabalham com a produção de jacarés em cativeiros.

Gilmar qualificou seu doutorado em agosto de 2020, publicou este primeiro artigo e tem previsão de conclusão do curso em fevereiro de 2022.

A publicação do trabalho está disponível em:
doi.org/10.1016/j.meatsci.2020.108406

Fonte: Imprensa IFMT

Next Post

44 Vagas de Emprego para Comércio Local e Fazendas da Região

Sine Sapezal